Vasco converte pênalti

Data:

Compartilhar:

 Vasco saiu perdendo do ASA-AL, mas buscou o empate por 1 a 1 na partida de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Com Dodô barrado após perder dois pênaltis na partida contra o Flamengo, no domingo (14), coube ao jovem Phillipe Coutinho bater a infração que resultou na igualdade em Maceió.

E o jovem , de 17 anos, marcou o gol em grande estilo. Deu paradinha e enganou o goleiro Paulo César da equipe alagoana para evitar a derrota que aumentaria a pressão sobre o técnico Vágner Mancini, muito questionado após a derrota para o Flamengo por 1 a 0. 
A primeira chance de maior perigo na partida aconteceu aos 12min, quando a zaga alagoana tirou errado uma bola, que sobrou para Fernando. No entanto, o zagueiro vascaíno dominou errado e deixou escapar pela linha de fundo.

O Vasco se animou e passou a dominar o jogo. Aos 14min, Philipe Coutinho recebeu da entrada da área, driblou um marcador e finalizou para grande defesa do goleiro Paulo César. Melhor em campo e pressionando os donos da casa, os cariocas tiveram outra boa chance aos 24min. Philipe Coutinho cruzou pela esquerda, a zaga rebateu para a frente da área e o lateral esquerdo Márcio Careca chutou por cima do gol.

A resposta do ASA só veio aos 29min, quando Fábio Lopes tocou para Júnior Viçosa dentro da área. No entanto, o atacante alagoano chutou muito mal e a bola saiu mansamente pela linha de fundo. Após o lance, o time da casa voltou a equilibrar a partida e conseguiu impedir os avanços constantes do Vasco.

O ASA saiu na frente do marcador, com gol aos 38min do primeiro tempo. Em rápido contra-ataque, Fábio Lopes lançou Celso, que tocou para Júnior Viçosa. O atacante da equipe alagoana limpou a marcação e bateu no canto direito do goleiro Fernando Prass.

Logo com 1min do segundo tempo, Philipe Coutinho passou por dois marcadores, mas foi travado quando foi chutar ao gol do ASA. No minuto seguinte, o zagueiro Gian cobrou falta e obrigou Paulo César a fazer boa defesa. 

 

O empate do Vasco saiu aos 18min. Após falha do goleiro Paulo César, a bola sobrou para Élder Granja, que chutou, mas o zagueiro Édson colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Philipe Coutinho marcou.

O ASA quase desempatou aos 20min. O atacante Danilo foi lançado e chutou no canto de Fernando Prass, que se esticou todo e viu a bola indo para fora. A partir dai, a partida teve uma queda em emoção, aparentemente porque os jogadores das duas equipes passaram a sentir o cansaço pelo calor.

O Vasco tentava mais o ataque após as mudanças feitas pelo técnico Vágner Mancini e sempre passando pelos pés de Philipe Coutinho. O ASA buscava os contra-ataques, mas arriscava mais em chutes de fora da área. Entre os cruzmaltinos, destaque para a entrada de Dodô. No entanto, o jogador teve participação discreta em campo.

A equipe carioca voltou a assustar aos 36min, quando Márcio Careca cruzou na área. Rafael Coelho subiu mais que zaga e cabeceou. O goleiro Paulo César espalmou para escanteio impedindo a virada. Nos minutos finais, o Vasco ainda esboçou uma pressão em busca do gol, mas parou na zaga do ASA.

FICHA TÉCNICA
ASA-AL 1 x 1 VASCO-RJ


Local: Estádio Nelson Feijó, em Maceió (AL)
Data: 17 de março de 2010, quarta-feira
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Lima e Silva (SE)
Assistentes: Ivaney de Lima (SE) e Cleriston Rios (SE)
Cartões amarelos: Didira, Édson, Jôta e Paulo César (ASA); Philippe Coutinho, Gian, Rafael Carioca e Élder Granja (Vasco)

GOLS: ASA: Júnior Viçosa, aos 39min do primeiro turno
VASCO: Philippe Coutinho, aos 18min do segundo tempo

ASA: Paulo César; Celso, Plínio, Índio e Edson, Didira, Jota, Lê e Rodriguinho (Cleiton); Fábio Lopes (Thiago) e Júnior Viçosa (Danilo)
Técnico: Vica

VASCO: Fernando Prass; Gustavo (Souza), Fernando e Gian; Élder Granja, Paulinho (Dodô), Rafael Carioca, Jeferson (Geovane Maranhão) e Márcio Careca; Philippe Coutinho e Rafael Coelho
Técnico: Vágner Mancini

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PROPOSITURAS

Notícias relacionadas