PREFEITOS QUE FAZEM PARTE DO CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE NO NORTE DO ESTADO ESTIVERAM REUNIDOS PARA ANALISAR AS DENUNCIAS FEITAS PELO MÉDICO EM RELAÇÃO A REGULAÇÃO DE PACIENTES.

Data:

Compartilhar:

Após a repercussão da denúncia realizada em um vídeo gravado pelo Dr. Claudemir Barranco e publicado nas redes sociais sobre a regulação de pacientes para atendimento no Hospital regional, os prefeitos dos Municípios que fazem parte do Consorcio estiveram reunidos nesta segunda feira para analisar o caso.

A secretaria de saúde do município de Itaúba, no qual o médico presta serviços, emitiu uma nota de esclarecimento a população. Veja:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria Municipal de Saúde de Itaúba/MT vem a público manifestar-se quanto aos fatos ocorridos junto ao Hospital Regional de Colíder (HRC), registrando desde início que o tema saúde além de ser nosso bem maior, foi, é, e sempre será tratado como prioridade por nossa Gestão.

Temos convicção que a pandemia trouxe sequelas que de sobremaneira afloraram preocupação na população de forma que o Sistema Único de Saúde (SUS) vem sendo buscado com maior frequência e intensidade e os gestores precisaram se adequar a essa realidade.

Sabemos que SUS no âmbito municipal atende as demandas de baixa complexidade e conforme estabelece o pactuado, os atendimentos de média e alta complexidade devem ser encaminhados aos atendimentos especializados, em nosso caso, ao Hospital Regional de Colíder (Hospital de Referência).

Como providência, foi criado e implantado o Sistema de Regulação (SISREG) que tem como objetivo filtrar os atendimentos de forma que as demandas da atenção básica (baixa complexidade) não sejam “confundidas” com atendimentos de média e alta complexidade e dessa forma, aos pacientes em tais circunstâncias sejam conferidas a celeridade no atendimento que o caso requer, visto que o HRC atende diversos municípios da região e não somente Itaúba.

É bem verdade que a adaptação na implementação desse sistema ocorre com sua própria utilização e certamente intercorrências existirão, por isso nós gestores estamos sempre presentes para solucionar todos e quaisquer problemas que advirem, como exemplo, as reuniões mensais realizados com a presença de todos os Gestores circunvizinhos nos quais compreendem o atendimento do HRC, para discutir as problemáticas e apresentar soluções, inclusive a última ocorrida em 23/02/2023 junto ao Escritório Regional de Colider e Direção daquele Hospital Regional.

Deve ser pontuada a pertinência da manifestação realizada pelo prestador de serviços junto ao nosso Município Clínico Dr. Claudemir Barranco, no sentido de manifestar preocupação com os fatos ocorridos, todavia, também deve ser ressaltado que com a implementação do SISREG houve a designação de um Médico Regulador para de fato facilitar e agilizar o atendimento pretendido, objetivando recepcionar o encaminhamento do paciente e destiná-lo ao médico especialista para uma análise prévia e eventual pedido de exames complementares para após envio do paciente, até para não ofertar risco de loco movê-lo sem a certeza de qual atendimento especializado necessita e até mesmo se há vaga para atendimento, visto que por vezes deve ser destinado à outra Regional e não ao HRC, e nos casos citados pelo prestador de serviço, não ocorreu obediência a essa diretriz.

Dessa forma, esclarecemos que os fatos ocorridos não modificam nossa preocupação em continuar aperfeiçoando nossos serviços para que a população receba um atendimento de saúde com excelência e a máxima agilidade, de forma que toda iniciativa no sentido de promover melhorias sempre serão bem vindas, porém, primando pela obediência das diretrizes já estabelecidas.

Por fim, registramos que essa Gestão concentra esforços diários na busca por melhorias no da saúde de nossos munícipes para que possam continuar recebendo atendimento de excelência.

 

Por outra lado a secretaria estadual de saúde também emitiu nota de esclarecimento. Veja:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre as declarações inverídicas do médico Claudemir Barranco, que presta serviços esporádicos de plantão no município de Itaúba, a Secretaria Estadual de Saúde esclarece que:

1. O município de Itaúba conta com o Sistema de Regulação Hospitalar (Sisreg) devidamente implantado, em pleno funcionamento e em perfeita sincronicidade com o Hospital Regional de Colíder;

2. Em um desses plantões esporádicos, o referido médico se recusou a atender a solicitação do Núcleo Interno de Regulação (NIR) do Hospital Regional de Colíder para encaminhar os exames de imagem da paciente, o que impossibilitou que a equipe de ortopedia avaliasse e desse o aval de transferência da paciente;

3. Sem cumprir os protocolos dos exames da paciente, o médico a encaminhou, sem aceite do NIR do Hospital Regional, e ainda destratou a equipe médica;

4. Mesmo com a falta de informações sobre a paciente, o Hospital Regional de Colíder atendeu prontamente o caso, realizou a tomografia e a avaliação com ortopedista. Contudo, por se tratar de um caso, cujo tratamento é conservador, a paciente foi liberada para voltar para casa;

5. A Secretaria reforça a necessidade de que os protocolos sejam seguidos por todos os profissionais de saúde, pelo bem do paciente.

 

Os prefeitos de Nova Canaã do Norte e presidente do consorcio Rubens Roberto Rosa (Rubão), disse que o Consorcio sempre estará presente juntamente com os prefeitos de Colíder, Marcelândia, Nova Santa Helena e Nova Guarita, para apurar as denuncias, fazendo o melhor para o atendimento com urgência dos pacientes junto aos órgãos de saúde, seja em Colíder ou na capital Cuiabá.


Além dos prefeitos, secretários de saúde dos municípios pertencentes ao consorcio, diretora do Hospital regional de Colíder e a diretora do escritório regional de saúde Grazielle Scarpin, estiveram presentes.


 Uma nova reunião será realizada, com intuito de agilizar os atendimentos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PROPOSITURAS

Notícias relacionadas